HORÓSCOPO DIÁRIO (*)

Confira as previsões de hoje


(*) Parceria com www.horoscopovirtual.com.br


HORÓSCOPO CHINÊS (*)

Confira as previsões




TAROT (*)

Confira as previsões



HORÓSCOPO ANUAL

Clique nos signos para ler


Isabel Mueller

< voltar para texto inicial



 

2017 - Evolução

Os últimos anos têm sido muito transformadores. Quantas estruturas e situações desabaram, quantos conceitos se modificaram, quanta flexibilidade nos foi exigida. Muitos sonhos viraram pó, fracassamos em algum ponto muito importante de nossa vida, mas também evoluímos pelo amor ou pela dor.

Em 2017 sentiremos melhorias, embora ainda haja muitos desafios a superar. Positivamente, o novo ano chega para restaurar a confiança e renovar a esperança. É novamente possível sonhar e realizar, juntando os cacos do ano anterior. 2016 foi de términos. 2017 será de inícios. Novas energias, propósitos e situações, que trazem a marca do inusitado, da surpresa, do movimento e da mudança.

Astrologicamente, o ano inicia com o ingresso do Sol no primeiro signo, Áries, em 20 de março. Entretanto, no simbolismo da virada, da passagem, a chegada de um ano novo cronológico tem muita importância, pois há toda uma energia que se volta ao desejo de renovação, sobretudo, depois de um 2016 de dolorosas lições. Talvez nunca se tenha desejado tanto um novo ano. E é com esta motivação que ingressamos em 2017.

Relacionamento é um dos temas em pauta ao longo do ano. Com a passagem de Júpiter pelo signo de Libra até outubro, tende a haver crescimento nas relações, com novas concepções sobre parceria, associação, casamento, relacionamento. Novos acordos (e leis) para as relações. Para os relacionamentos em que há verdade e autenticidade a tendência é de crescimento. Mas onde falta o sentido de cooperação e união pode haver rupturas, possivelmente radicais e súbitas.

2017 é um excelente ano para compreendermos a importância das pessoas em nossa vida. Para abrirmos o coração e a mente, no que diz respeito a relacionamento.

Júpiter em Libra também sinaliza a importância da justiça, das leis, de uma atitude mais equilibrada, da diplomacia, dos contratos, alianças, da arte, ética e estética. Tende a haver crescimento em relação a esses assuntos.

Entretanto, especialmente em termos de justiça e leis, o aspecto entre Júpiter e Plutão, presente em março, abril, final de julho e agosto indica rigor e punições severas ao enriquecimento ilícito e a falcatruas no exercício do poder, com a tendência a situações extremas e bastante tensas. Verdades que vêm à tona eliminam e transformam condições políticas, econômicas e mundiais.

Nos meses de janeiro à março, em final de setembro e início de outubro teremos Júpiter oposto à Urano, indicativo de avanços em novas tecnologias, em questões coletivas, ligadas a grupos, à vanguarda, à difusão do conhecimento e a verdades que nos surpreendem. É um período de muitas inovações, imprevistos e surpresas.

Em 2017 o planeta Saturno, o “senhor do tempo e da razão”, mestre astrológico, que ensina pelo amadurecimento, continuará transitando o signo de Sagitário até dezembro, continuando uma tendência já percebida em 2016 de intolerância religiosa, racial, de dogmatismo, inflexibilidade, de uma onda de conservadorismo e de tentativa de cerceamento na liberdade de expressão.

Saturno em Sagitário tem simbolizado a importância de revermos as crenças, paradigmas, conceitos e verdades que nos tem sido impostos por estruturas que tentam se perpetuar no poder. Também indica a importância (e testes) relacionados a conhecimentos, instituições acadêmicas, jurídicas, aspectos culturais, turísticos, de fronteiras e delimitações entre países.

Positivamente, este trânsito de Saturno indica que tudo o que estruturamos e concretizamos deve estar baseado no conhecimento. Mas não um conhecimento vazio de alma, que seja apenas teoria e não vivenciado na prática. Desta forma, o saber vira dogma e aprisiona.

A boa nova em 2017 é que Saturno fará contato com Urano na primeira quinzena de janeiro, em maio e em novembro, períodos favoráveis para estruturar mudanças, para iniciativas, novidades e inovação em estruturas existentes. É a harmonização da experiência com a experimentação.

Os eclipses de 2017 ocorrem em fevereiro e em agosto. O mais importante tende a ser em agosto, um eclipse total do Sol no signo de Leão, indicando importantes questões envolvendo figuras de liderança e poder.

Aliás, em 2017 teremos a mudança de signo dos nodos lunares. O nodo norte sairá de Virgem e ingressará Leão, em maio. É um aviso cósmico da importância de assumirmos a nossa realeza, não como um aspecto fugaz do ego, mas como expressão de nossa luz interior e do que é feito com o coração.

Períodos de desafios afetivos e nos relacionamentos (além dos já citados) se darão nos momentos em que o planeta do amor, Vênus, estará retrógrado: 04 de março à 15 de abril. É quando devemos reavaliar mais intensamente os nossos valores emocionais, como amamos e nos relacionamos.

Em outubro Júpiter ingressará o signo de Escorpião, simbolizando expansão ao nos dispormos a eliminar velhos comportamentos, a dizer adeus, a nos desapegarmos, a morrermos interiormente, para renascermos mais evoluídos. Aspectos vinculados ao autoconhecimento, à Psicologia, às terapias, à espiritualidade, aos mistérios da vida, à sexualidade, intimidade, às finanças e recursos compartilhados ganham uma nova expressão. Pode ser o início de um período de expansão econômica, de recuperação, de regeneração, desde que a ética e a verdade sejam os preceitos que regulem esse crescimento. Caso contrário, pode haver um aumento no endividamento, em perdas ou no enriquecimento por meios questionáveis. 

As áreas que tendem a estar em evidência em 2017 são artística, jurídica, estética, profissões e atividades que façam intermediação, assim como parcerias e acordos que beneficiem a todos os envolvidos. Isso até outubro, em que Júpiter transita Libra.

A partir deste mês, com o trânsito de Júpiter por Escorpião veremos crescimento e novos conceitos aplicados à Psicologia, às terapias, a como percebemos a morte, o sexo, os tabus e as finanças.

Plutão segue seu longo movimento pelo signo de Capricórnio, mostrando-nos a falência de velhos modelos de carreira, trabalho, sucesso e realização; a morte de antigas corporações e instituições anteriormente consideradas infalíveis.

Netuno também segue o seu movimento em Peixes em 2017, convidando-nos à transcendência, à percepção do inconsciente coletivo, da espiritualidade, da conexão com o sagrado e ressaltando a necessidade de percebermos as ilusões contidas no glamour da vida virtual (e real). Dos falsos encantamentos, que apenas servem para mascarar o vazio.


 

  

 



Últimas Notícias




PF conclui que Renan, Jucá e Sarney não obstruíram as investigações da Lava Jato


Brasileirão 2017 já teve 13 técnicos demitidos em apenas 15 rodadas


João Doria e Orlando Morando pedem posicionamento do PSDB e desconversam sobre candidaturas em 2018


Mundo Bita faz a alegria da criançada em agosto


Orlando Morando deve ocupar posição na executiva do PSDB Nacional


Detran.SP investe R$ 1,5 milhão em São Vicente para ações de segurança no trânsito