Turismo - 17/10/2023 - 18:31:55

 

Congonhas opera com problemas no primeiro dia de privatização

Congonhas opera com problemas no primeiro dia de privatização

 

Da Redação com Abr

Foto(s): Divulgação / Rovena Rosa / Abr

 

Impactos estão sendo monitorados, diz concessionária

Impactos estão sendo monitorados, diz concessionária


O Aeroporto de Congonhas, na capital paulista, está operando com problemas nesta terça-feira (17), no primeiro dia de administração privatizada do aeródromo. Hoje, a empresa Aena Brasil assumiu administração do aeroporto no lugar da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). O leilão de privatização ocorreu em agosto de 2022.

De acordo com a nova administradora, o sistema de informações de voos apresentou uma “instabilidade” no final da manhã, o que ocasionou atrasos. Segundo a Aena, até as 16h30, o problema ainda não tinha sido solucionado. “Embora a situação não tenha sido totalmente normalizada, os impactos estão sendo minorados”, disse a concessionária, em nota.

De acordo com a Aena, 65% dos voos que decolaram hoje de Congonhas, até as 15h10, partiram no horário ou tiveram atrasos inferiores a 30 minutos. “Alguns atrasos foram causados porque as chuvas que ocorreram pela manhã provocaram retenção de aeronaves no pátio”, acrescentou a empresa.

O Aeroporto de Congonhas é o segundo maior do país em número de passageiros e sua administração foi concedida à Aena, empresa estatal, controlada pelo governo espanhol. O aeroporto teve um fluxo de 22,2 milhões de passageiros em 2019, último ano antes da pandemia. Em 2022, foram 17,7 milhões passageiros. De janeiro a agosto deste ano, já passaram pelo terminal 14,1 milhões passageiros.

Entre as obrigações da Aena no processo de privatização da administração do aeroporto estão a ampliação da sala de embarque remoto, a readequação de vias de acesso, reforma dos banheiros e revitalização da fachada.

A empresa deverá também fazer a revitalização dos pavimentos das pistas de táxi, ampliação do pátio de aeronaves, assim como a construção de um novo terminal de passageiros, com mais pontes de embarque.

Até o final de novembro, a Aena terá sob sua gestão 17 aeroportos em nove estados brasileiros, de onde partem cerca de 20% dos voos nacionais.

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Judô: Jéssica Lima conquista prata no Grand Slam de Tóquio


TSE encerra testes públicos de urnas para as eleições de 2024


Ativação do 5G será liberada em todo o Estado de SP na segunda-feira (4)


Handebol: Brasil vence novamente e vai à 2ª etapa do Mundial Feminino


Petrobras recebe autorização para mudar estatuto social


Ex-secretário de Estado dos EUA Henry Kissinger morre aos 100 anos